Mulher perdoa o homem que matou sua mãe a facadas: “É assim que Deus trabalha”

Se perdoar já é algo difícil para muitos, o que dizer quando a pessoa alvo do perdão é alguém que assassinou a sua mãe de forma brutal? Essa é a história da atriz filipina Cherry Pie Picache, que após anos de sofrimento, conseguiu perdoar o assassino da sua mãe.

Cherry perdeu a sua mãe em setembro de 2014, quando um homem chamado Michael Flores assassinou a matriarca durante uma tentativa de assalto. Ele trabalhava para a senhora Zenaida Sison, de 75 anos, havia seis meses.

Flores matou Zenaida a facadas, junto com outros comparsas. Ele alegou após a sua prisão que estava sob o efeito de “shabu”, ou cloridrato de metanfetamina, quando o crime foi cometido.

Flores foi condenado em dezembro de 2015 a 40 anos de prisão, praticamente uma perpétua. A maior emissora das Filipinas, a ABS-CBN, fez um documentário sobre o caso, chamado “Amor Radical”, registrando o momento em que Cherry se encontrou com o assassino.

Cherry contou que cinco anos atrás, quando o crime foi cometido, não sabia se conseguiria perdoar um dia. Todavia, ao pensar no amor de Cristo pela humanidade, ela começou a entender que não faria sentido pedir perdão a Deus sem conseguir liberar o mesmo perdão a Flores

“Eu percebi, como posso pedir perdão quando não posso perdoar… se há tanto ódio e dor no meu coração… então foi isso que me levou a pensar em perdoá-lo”, contou a atriz, segundo a ABS-CBN.

Alguns questionamentos passaram pela cabeça de Cherry, como o sentimento de traição contra Zenaida ao perdoar Flores. “Se eu fizer isso, vou virar as costas para a minha mãe?”, se perguntava ela.

“Mais, eu sou apenas um membro da família que assumiu a postura [de perdoar]”, concluiu, com o apoio dos líderes da sua igreja, que lhe ensinaram a ter paciência, pois o perdão seria um processo a ser construído.

“Houve um caminho para o perdão. Em meu coração e na minha mente eu queria perdoar. Eu pedia que as pessoas orassem por mim, para que eu pudesse eventualmente perdoá-lo”, disse a atriz, confessando que também fez jejum em prol dessa decisão.

Ao se encontrar com Flores, Cherry disse para ele, aos prantos: “Agora estou te perdoando; agora você também pode se forjar. Você deve ter confiança de que Deus o perdoou”. Flores também precisou enxugar suas lágrimas no encontro.

No fim das contas, Cherry disse que perdoar o assassino da sua mãe foi para ela como uma “cura”, algo que também servirá de oportunidade de mudança para Flores.

“No final de sua vida, mesmo que ele esteja sofrendo as consequências do mal que fez, ele poderá voltar para Deus com sua dignidade intacta”, disse ela. “Todo mundo merece uma segunda chance.”.

“O amor radical é a única coisa que vai combater o mal. É assim que Deus trabalha, nós pecamos todos os dias, mas Ele ainda está lá por nós”, conclui a atriz.

Categoria:Exemplo de categoria

Deixe seu Comentário